Escolha a cidade

ALTER DO CHÃO-ROTEIRO BORAQUITÃ (Tapajós)

1º Dia – Transfer Aeroporto de STM/ Alter do Chão Em horário previamente agendado haverá o traslado do aeroporto de Santarém para o hotel m Alter do Chão ( não incluso)
2º Dia –Alter do Chão - Lago Verde/ Serra Piroca/ Igapó do Macaco/ Floresta Encantada Após café da manhã iniciaremos a travessia do Lago Verde, em canoa indígena, rebocada por pequeno motor (rabeta); cruzaremos o lago Verde, aportaremos na principal praia de Alter do Chão – Ilha do Amor. Iniciaremos nossa caminhada em direção a Serra Piroca, principal elevação da região. Neste percurso a vegetação predominante é o cerrado. A subida é íngreme, mas relativamente curta. Depois de uma hora de caminhada, iremos alcançar o topo da serra, onde seremos brindados com uma visão espetacular de 360º, onde poderemos observar o Rio Tapajós, que em alguns trechos atinge uma largura de mais de 20 km. O Lago Verde com suas inúmeras baías. O Rio Amazonas ao Norte e Alter do Chão ao Sul. Este é um ponto de grande beleza cênica da Floresta Nacional do Tapajós. No retorno, novamente embarcados, navegaremos com destino ao Igapó do Macaco. Com parte da selva submersa no período entre os meses de março a agosto, a paisagem é belíssima; há a possibilidade de visualização de peixes, e também de pássaros que habitam as árvores do igapó. Entre os meses de setembro a fevereiro, a paisagem neste igapó é completamente diferente, temos os igarapés, e nascentes com águas cristalinas, onde poderemos tomar um bom banho de igarapé. O almoço (não incluso) será em um restaurante na Floresta Encantada. Tempo livre para descanso em rede, à sombra de uma árvore. Após a cesta, adentraremos em outra selva inundada, a Floresta Encantada, mais densa, com árvores de porte médio, neste lugar reina o silêncio de uma harmonia única. No fim da tarde, faremos um passeio no grandioso rio Tapajós, até a Ponta do Muretá, para contemplar o belo pôr-do-sol, junto com os botos tucuxis e cor-de-rosa.
3º Dia –Alter do Chão - Ponta de Pedras / Ponta do Jarí / Ponta do Cururu Após o café da manhã, sairemos em barco regional ou lancha com destino a uma baía com vegetação submersa. As árvores são pequenas com troncos grossos, a paisagem é belíssima, com possibilidade de visualização de peixes e observação de aves. O desembarque será numa pequena praia, prosseguindo por uma trilha até a comunidade de Ponta de Pedras. A vegetação é composta de savana e floresta. O destaque na trilha é a seringueira (Hevea Brasiliensis), árvore de grande importância econômica para a Amazônia no século passado. Parada para um breve descanso, seguindo de lancha até a Ponta do Jarí, um canal natural de ligação entre o Rio Tapajós (águas claras) e o Amazonas (águas barrentas). A Ponta do Jarí é uma área inundada e dormitório de papagaios e garças. Aqui observaremos sua revoada. Dependendo da época do ano, é possível a observação de jacarés, macacos, iguanas e preguiças. No retorno, parada para banho na Ponta do Cururu. Retorno ao hotel.
4º Dia – Alter do Chão Em horário pré-estabelecido, traslado do hotel ao Aeroporto de Santarém. Fim dos serviços.